Especialidades Médicas

Especialidades Médicas

Para as mais de 80 mil crianças e adolescentes baianos, de 0 a 14 anos, atendidas por ano no Martagão, são oferecidas, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), 28 especialidades médicas pediátricas. Vale destaque para os serviços de alta complexidade. Das cirurgias oncológicas feitas pelo SUS em pacientes da faixa pediátrica em 2019, o Martagão Gesteira é responsável pelo maior quantitativo: 44,54%. Se forem analisadas as neurológicas, nas mesmas condições, o Hospital realizou a maior parte (31,68%). A liderança nos procedimentos de alta complexidade se repetiu, ainda, nas cirurgias cardíacas (34,28%), no tratamento em oncologia (49,18%) e na produção de diárias em UTI Pediátrica (20,85%).

Conheça um pouco mais de cada uma das especialidades:

Infectologia

Especialidade que atua na prevenção das doenças infecciosas em crianças e adolescentes, a Infectologia Pediátrica trata as doenças infecciosas, que constituem a mais relevante causa de consultas em serviços de emergência e em consultórios médicos pediátricos. Dentre as principais causas de infecção, destacam-se os vírus, bactérias, fungos e protozoários.

Essas infecções respondem por um percentual significativo de internações de crianças e adolescentes. Entre as mais graves, estão as meningites e as septicemias, que requerem cuidados mais intensivos.

Na maioria dos casos, é o pediatra quem encaminha a criança para um infectologista pediátrico. Esse direcionamento pode ocorrer por causa da dificuldade em fechar o diagnóstico de infecções, como em ocorrências de febre de longa duração, ou quando se trata de uma infecção de difícil tratamento. Pacientes com imunodeficiências primárias e doenças reumatológicas e oncológicas, frequentemente, necessitam contar com a retaguarda de infectologistas pediátricos, visto que são mais vulneráveis a infecções.

No Hospital Martagão Gesteira contamos com atendimento ambulatorial especializado nesta área, bem como auxílio nas condutas e diagnósticos da especialidade para os pacientes internados nas enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva.