Especialidades Médicas

Especialidades Médicas

Para as mais de 80 mil crianças e adolescentes baianos, de 0 a 14 anos, atendidas por ano no Martagão, são oferecidas, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), 28 especialidades médicas pediátricas. Vale destaque para os serviços de alta complexidade. Das cirurgias oncológicas feitas pelo SUS em pacientes da faixa pediátrica em 2019, o Martagão Gesteira é responsável pelo maior quantitativo: 44,54%. Se forem analisadas as neurológicas, nas mesmas condições, o Hospital realizou a maior parte (31,68%). A liderança nos procedimentos de alta complexidade se repetiu, ainda, nas cirurgias cardíacas (34,28%), no tratamento em oncologia (49,18%) e na produção de diárias em UTI Pediátrica (20,85%).

Conheça um pouco mais de cada uma das especialidades:

Neonatologia

A UTI Neonatal Cirúrgica do Martagão foi inaugurada em maio de 2015 com o objetivo de suprir a demanda de leitos para tal especialidade com Nível 3 de assistência, abrangendo os cuidados, principalmente, de pacientes nascidos com malformações congênitas (neurológicas, cardíacas, intestinais, ortopédicas, torácicas, urológicas entre outras), além do suporte a pacientes com patologias clínicas.

Em estudo de corte transversal, realizado por meio de revisão de prontuários de todos os pacientes internados na UTI Neonatal, no período de junho/2015 a novembro/2017, os principais diagnósticos da admissão foram: malformações intestinais (32%), malformações do Sistema Nervoso Central (18,4%), cardiopatia congênita (10,7%), malformações do trato genitourinário (3,7%), defeito de fechamento de parede abdominal (10,7%) e tumorações a esclarecer (1,6%). As ocorrências não cirúrgicas foram responsáveis por 23% dos internamentos, dentre eles, prematuros, pacientes com doenças respiratórias, pacientes com doenças neurológicas, e pacientes oncológicos (tumorações e leucemia congênita).

São pacientes elegíveis para internação na UTINEO Cirúrgica do Martagão: recém-nascido (até 28 dias de vida) com patologias clínicas ou cirúrgicas próprias do período neonatal, pequeno lactente (até terceiro mês de vida) com peso inferior a quatro quilos, com patologias cirúrgicas próprias do período neonatal, com diagnóstico tardio ou complicações cirúrgicas de patologias clínicas.