Visita da Sefaz ao Martagão marca 500 mil inscritos na Nota Premiada

Representantes da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz) visitaram, nesta quinta-feira, 10, o Hospital Martagão Gesteira. A ação marcou os 500 mil inscritos na Nota Premiada Bahia e ocorreu em meio às celebrações do Mês da Criança da instituição.

Estiveram presentes o superintendente de Desenvolvimento da Gestão Fazendária da Secretaria da Fazenda do Estado, Félix Mascarenhas, o coordenador de Educação Fiscal e gestor da Nota Premiada, Luís Henrique Brandão e Marise Velloso, servidora da Sefaz e integrante da coordenação de educação fiscal.

Eles foram recebidos pelo diretor-presidente da Liga Álvaro Bahia – mantenedora do Martagão -, Carlos Emanuel Melo, o superintendente da Liga Márcio Lima e o gerente de Captação de Recursos da instituição, Felipe Feitosa.

“Eu queria agradecer e dizer que este programa nos ajudou muito e já houve momentos em que ele foi a nossa sobrevivência, quando ainda era no formato Sua Nota é um Show”, ressaltou o diretor-presidente da Liga, Carlos Emanuel Melo que fez, ainda, um pedido para que as pessoas façam o cadastro do CPF na Nota Premiada e escolham o Martagão para beneficiar mais de 80 mil crianças que por ano são atendidas na instituição.

“Como tudo no Martagão Gesteira, não se faz nada sozinho. Nós fazemos junto com a comunidade, com nossos apoiadores, nossos voluntários e o Nota Premiada é uma campanha, que precisa de todos. Muitas pessoas ainda podem se cadastrar. É preciso incorporar o hábito de pedir para registrar o CPF na nota”, acrescentou Melo.

Na ocasião, os representantes da Sefaz ainda conheceram as instalações do Martagão. O superintendente Félix Mascarenhas afirmou que ficou impressionado com o tamanho do hospital e a abrangência dos serviços oferecidos a mais de 80 mil crianças por ano. “Eu fiquei impressionado como uma instituição com cem por cento de recursos do SUS consegue fazer uma obra realmente maravilhosa, de primeiro mundo, que não deve nada a nenhum lugar do Brasil”, frisou Mascarenhas.