Ensino e Pesquisa: Martagão participa da Rede Universitária de Telemedicina (Rute)

A fim de fortalecer sua vocação para o ensino, a pesquisa e o desenvolvimento, o Hospital Martagão Gesteira passa a integrar a Rede Universitária de Telemedicina (Rute), uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia. A iniciativa tem como objetivo implantar, consolidar a telemedicina e fomentar a educação continuada dos médicos, residentes e colaboradores envolvidos na assistência da Liga Álvaro Bahia Contra Mortalidade Infantil (LABCMI).

Na primeira etapa, o hospital assistirá aulas e apresentações de casos ministrados por convidados de várias universidades e hospitais de todo o Brasil, com interações e troca de experiências durante as sessões. Nesta quinta-feira (25), aconteceram os primeiros encontros de Grupos de Interesse Especial (SIGs, da sigla em inglês), com os temas Saúde de Crianças e Adolescentes e Cirurgia Pediátrica. Essas SIGs serão realizadas sempre na última quinta-feira do mês, das 11h às 12h e das 15h às 17h30, respectivamente, com programação previamente divulgada. As sessões são realizadas na Sala de Reunião, no sexto andar. Cada SIG tem 15 vagas disponíveis, preenchidas por ordem de chegada.

Em um segundo momento, o Hospital Martagão também apresentará uma SIG à Rede Rute. “É um projeto muito importante para troca de experiências, com aulas teóricas e demonstrações de práticas apresentadas por experts em Pediatria de renome nacional. É mais uma etapa no fortalecimento do Martagão Gesteira como Instituição de Ensino e Pesquisa, e que também dá visibilidade ao relevante trabalho assistencial que fazemos aqui”, destaca Alinne Bernardes, coordenadora de Ensino e Pesquisa do Martagão Gesteira.

Além dos temas médicos, o Martagão Gesteira também participa da SIG Técnico-operacional, direcionada a profissionais de Tecnologia da Informação (TI), equipe envolvida na implementação do projeto. “É mais uma forma da tecnologia ajudar no avanço do diagnóstico e no tratamento da criança”, afirma Carlos Machado, coordenador de TI.

A Rute
A Rute possibilita, em um primeiro momento, a utilização de aplicativos que demandam mais recursos de rede e o compartilhamento dos dados dos serviços de telemedicina dos hospitais universitários e instituições de ensino e pesquisa participantes da iniciativa. Em um segundo momento, a Rute leva os serviços desenvolvidos nos hospitais universitários do país a profissionais que se encontram em cidades distantes, por meio do compartilhamento de arquivos de prontuários, consultas, exames e segunda opinião.

A Rede Universitária de Telemedicina é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia, apoiada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e pela Associação Brasileira de Hospitais Universitários (Abrahue) e coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que visa a apoiar o aprimoramento de projetos em telemedicina já existentes e incentivar o surgimento de futuros trabalhos interinstitucionais.