Pacientes do Martagão recebem presentes de doadores no Dia das Crianças

No Mês das Crianças, os pacientes do Martagão receberam presentes de doadores que apoiam a causa do hospital. Seguindo todas as recomendações de distanciamento e utilização de equipamentos de proteção por causa da pandemia, as ações possibilitaram momentos lúdicos para os pequenos e pequenas que estão em tratamento na unidade.

No dia 9 de outubro, foram entregues kits de pintura a todos os pacientes internados no Hospital, incluindo os do Hospital Dia do Martagão. Os presentes foram doados pelo Rotary Club da Bahia, em comemoração ao Dia das Crianças.

Já nos dias 14 e 15 de outubro, foi a vez de serem entregues brinquedos aos pacientes dos ambulatórios Geral e de Oncologia, além das unidades clínicas de internamento (clínica cirúrgica, clínica pediátrica A e B e clínica Oncológica), também em comemoração ao Dia das Crianças. Os brinquedos foram doados por meio de uma campanha organizada pelo ator Gabriel Tavares, em parceria com a TV Bahia.

Todas as ações foram realizadas através da mediação do Grupo de Humanização e em articulação com a SCIH, obedecendo as recomendações de distanciamento e utilização de EPI’s. Não foi permitida a entrada dos parceiros doadores nas unidades de internamento. Os brinquedos foram recebidos pelos membros do grupo de humanização e entregues aos pacientes pelos próprios profissionais do hospital.

No dia 9/10, uma paciente foi convidada para simbolicamente receber o presente. No dia 14, um “príncipe” e uma “princesa” vieram entregar os presentes no ambulatório de oncologia. Já para os pacientes internados a entrega foi feita pelos membros do Grupo de Humanização.

Na última segunda-feira, mais presentes: o escritório de advocacia Melo e Novaes Advogados Associados fez uma campanha durante o mês de outubro para arrecadar brinquedos para os pacientes do Hospital.

A coordenadora do grupo, a psicóloga Laís Damasceno, ressalta que ações como estas são fundamentais no contexto da hospitalização infantil, porque tem a capacidade de minimizar uma série de impactos promovidos pela hospitalização da criança como o afastamento social, da família e a submissão a procedimentos invasivos e dolorosos inerentes ao tratamento.

“É através do brincar que a criança entra em contato com um ambiente menos ameaçador. Os recursos lúdicos são mais do que o simples brincar, pois funcionam como recursos terapêuticos capaz de atuar na promoção de saúde e acelerar o próprio processo de recuperação da criança além de promover acolhimento e a humanização do cuidado”, afirma a psicóloga.

No Mês da Criança, houve, ainda, o Sarau Poemando Kids, realizado no dia 30/10. Edição especial, o evento foi promovido pelo Instituto de Ensino da Saúde e Gestão (IESG) da Liga Álvaro Bahia (mantenedora do hospital), em parceria com a Comissão de Humanização do Martagão. Na ocasião, pacientes, ex-pacientes e filhos dos colaboradores não economizaram nos talentos: cantaram, declamaram, tocaram e dançaram.