Martagão Gesteira e Sírio-Libanês iniciam parceria para realização de transplante de fígado em crianças

Referência em atendimentos pediátricos na Bahia, o Hospital Martagão Gesteira iniciou uma parceria de aperfeiçoamento técnico com o Hospital Sírio-Libanês para realização de transplante de fígado em crianças em crianças de 0 a 14 anos.

Durante o parceria, profissionais das duas instituições trabalharão em conjunto e realizarão os primeiros transplantes no estado. A tutoria do Sírio-Libanês abrangerá as áreas clínicas, anestesiologia e enfermagem, além dos próprios procedimentos cirúrgicos que serão realizados em conjunto pelas equipes dos dois hospitais.

“Isso é extraordinário, um marco para o Hospital Martagão Gesteira que sempre prezou pela tecnologia, dedicação e eficiência em prol das nossas crianças”, destacou Rosina Bahia, presidente de Honra da Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil.

“Os transplantes em crianças são um desafio universal e caberá ao Hospital Martagão Gesteira suprir esta lacuna em nosso Estado, não somente no caso dos fígados, mas também em rins e medula óssea. Futuramente, corações também serão transplantados”, afirma Dr. Carlos Emanuel Melo, diretor-presidente do Martagão.

Atualmente cerca de 170 crianças estão na fila de espera para realização de transplante hepático na Bahia, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, que participou da cerimônia de inauguração da parceria entre Martagão Gesteira e Sírio-Libanês. “Isso é um marco na história da saúde pública da Bahia, com um benefício continuado e mudança cultural. Teremos um ganho social direto, pois as famílias não precisarão mais se deslocar para outros estados”, avaliou o secretário.

A previsão é que o primeiro transplante de fígado no Martagão seja realizado no início de 2020, com tutoria da equipe do Sírio-Libanês.

“Está no DNA do Sírio essa disseminação de conhecimento. E, após uma seleção criteriosa, o Martagão foi escolhido para participar desta capacitação porque identificamos aqui, além de outros critérios, o alto grau de complexidade nos casos atendidos, bem como sua estrutura hospitalar qualificada e maturidade de sua equipe técnica”, destacou Tadeu Thomé, coordenador de Transplantes do Hospital Sírio-Libanês,

Promovida pelo Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde (CGSNT/MS), a iniciativa faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

Expertise em transplantes

Em atividade desde 1991 e com mais de mil procedimentos realizados, a equipe de Transplante Hepático Pediátrico do Sírio-Libanês possui extensa experiência com transplante em crianças e responde por 50% de todos os transplantes dessa modalidade realizados no Brasil. Atualmente, está entre as principais referências do assunto no cenário mundial.

O Hospital da Criança

O Hospital Martagão Gesteira integra a Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil, que, há quase cem anos, assiste crianças e adolescentes de toda a Bahia. É o único hospital exclusivamente pediátrico de Salvador e um dos mais importantes do Estado. Aproximadamente, por ano, são atendidos 80 mil pacientes e realizados cerca de 500 mil atendimentos através do SUS, com referência para tratamentos de alta complexidade como neurocirurgia, cardiologia e oncologia.